quinta-feira, 20 de março de 2008

Pode até parecer fraqueza...pois que seja fraqueza então!

Não lembro bem ao certo o momento exato da maior transição da minha vida. Só sei que de doce, meiga, delicada, sonhadora e empolgada...passei a rude, meio mal humorada, realista (quando não, pessimista) e desanimada.

Com certeza teve algum fato ou acontecimento que marcou essa mudança (negativa, penso eu)! Queria eu lembrar desse dia! Talvez ele me desse dicas de como voltar a ser a doce e amável menina de antes!

Mas será que vale a pena voltar atrás? A crueldade está em todos lugares e pessoas. O ser humano vive cheio de maldade, de ódio, vingança e inveja no coração! E talvez de doce e meiga em um mundo como o nosso podemos nos tornar em uma pessoa fraca e ingênua!

O motivo é bem claro: auto-proteção! Mas acontece que me protegi tanto dos outros que acabei me protegendo de mim mesma...e não me permiti muitas coisas...e hoje guardo uma mágoa e um rancor de algo que eu não sei ao certo o que é. Só sei que algumas pessoas, lugares e acontecimentos deixam eles mais avidentes! Peço desculpas a essas pessoas...Talvez vocês não sejam merecedores dessa mágoa e dessa raiva...Peço compreensão! Ainda não aprendi a conviver com essa pessoa amargurada em que me tornei!

Meus olhos param no nada...e fico refletindo...uma coisa aperta bem no fundo do meu coração..dói...incomoda...acho que é saudades...do que fui...e do que talvez nunca mais seja!

Quero a menina faladeira, perfeccionista, empolgada, disposta, animada, sonhadora, pirada...
Quero voltar a dançar...
Quero ficar 4 horas direto na academia sem cansar...
Quero chegar em casa e não tirar o uniforme até de noite...
Quero a mania de combinar cores em tudo...
Quero os abraços apertados de amigos queridos...
Quero dar abraços apertados em amigos queridos...sem malícia...
Quero colo de amigos compreensíveis...
Quero deitar na grama...encostar no coqueiro e fofocar sobre a minha banda preferida...sem vergonha...
Quero fazer toda alição de matemática e acertar tudo de primeira...
Quero fazer o cartaz mais bonito da sala...
Quero os elogios de dedicação melhor aluna...
Quero festa do pijama, festa de garagem e festa americana...
Quero ir na banca comprar chocolate e revista capricho sem culpa...
Quero acreditar nos resultados dos testes da revista capricho e esperar que eles aconteçam...
Quero nadar na piscina do clube e descer de tobogã...
Quero o frio na barriga e a ansiedade de um novo amor...
Quero meu cabelo comprido, armado e difícil de pentear...
Quero usar saia sem vergonha...
Quero meus bichinhos de pelúcia e meu roller...
Quero pular elástico até cansar...
Quero ver cinderela 5 vezes seguida comendo pipoca e guaraná...
Quero acreditar na bondade das pessoas...
Quero acreditar no meu potencial...
Quero menos gente me censurando, julgando e criticando...
Quero a falsidade da melhor amiga quando diz" vc está linda"...mesmo estando horrível...
Quero um amigo irmão que abraça, beija e dá colo sem medo de más interpretações...
Quero viver cada dia como se fosse o último...e aproveitar cada minuto do dia...

Quero tudo isso...

Mas...

Se amanhã não for nada disso...caberá só a mim esquecer...
O que eu ganho...o que eu perco...ninguém precisa saber!

Carol

3 comentários:

Eliz disse...

Em resumo,vc quer voltar a ser criança!
pois saiba que isso é difícil, mas não impossível.É "só" você parar um pouco, se permitir liberar aquela alma infantil que cada um de nós temos.
Não existe segredo a não ser a árdua missão de resgatar esse senso ingênuo e singelo que mora em cada um.
Você pra mim ainda é a menina meiga e eu to aqui para colos,abraços, cinderella[prefiro pequena sereia, mas enfim] e tudo mais que você precisar...
Nossas crianças interiores podem brincar, tá?

beijooos bela
;*

Claudio disse...

Estou propondo uma parceria, conheci teu blog pelo www.meumundomeuumbigo.blogspot.com,vou add seu link, faça uma visita www.wenceslaucity.blogspot.com.

murilo domingos disse...

não li.
Muito grande.
Mas to torcendo por ti, se tive algo pra trocer. =D